quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Campinas, cidade grande, de mudanças, bagunças, cambalachos e oportunidades.

Fazemos aqui nossa homenagem e protesto. Como campineiros que somos, de nascimento ou de adoção zelamos pela vida em nossa cidade, em todos os sentidos.

Vista Aérea do Viaduto Miguel Vicente Cury e Praça Interna
                                   
Vista Atual do Terminal Central e Viaduto Miguel Vicente Cury 


M: Campinas costumava ser uma cidade de paz e de tranquilidade. O tempo passou e ela tornou-se perigosa com uma atmosfera pesada.
T: A cidade tem se desenvolvido muito para o bem e para o mal. Por exemplo, uma série de construções antigas e históricas foram substituídas por estruturas modernas que nem sempre trazem avanços e qualidade de vida para a população. O centro da cidade é um bom exemplo disso. Como conciliar a necessidade de ampliação e desenvolvimento e o respeito aos cidadãos, suas histórias de vida e os espaços de convivência pública?
M: A circulação na cidade, hoje em dia, ficou bem comprometida. Com becos e espaços pouco habitados que dá até medo de passar.
G: Campinas é uma cidade de grandes oportunidades o que é bom, entretanto isto estabeleceu um fluxo de migração enorme para o município. Infelizmente o poder público não possui um plano de ocupação urbana e a maioria das pessoas que aqui se fixam estão na periferia da cidade e contam com uma infra-estrutura bastante precária para viverem suas vidas. Muitas vezes sem acesso a serviços públicos de saúde, assistência social e educação. Outras regiões da cidade estão também sendo ocupadas sem o planejamento necessário, com os casos de regiões próximas a região da rodovia D. Pedro.
Estamos sempre correndo atrás do prejuízo.
T: Achamos também que as grandes empreiteiras e construtoras tem grande influência na ocupação urbana de Campinas. Sendo responsável pela extinção de muitos cartões postais de nossa cidade.
T: Como se não bastasse estas dificuldades, recentemente estamos sendo surpreendidos com uma série de escândalos e denúncias de corrupção envolvendo o poder executivo local, que acabaram por depor o atual prefeito e  afastar o vice-prefeito, atual prefeito em exercício. Milhões foram desviados dos cofres públicos, recursos que com certeza poderiam ter sido usados para a melhoria de nosso município.
G: Percebemos que a ocupação urbana é algo sem volta, está tudo dominado, as cidades crescem e se encontram formando uma cidade só. A gente dorme um dia e no outro já temos uma vizinho novo ou um shopping sendo construído.
Antiga Praça Interna
Hoje conversamos bastante sobre a região do viaduto Miguel Vicente Cury, no centro de Campinas, que antigamente abrigava uma praça chamada de Interna que se configurava como um belo espaço de convivência na região central, atualmente deu lugar ao Terminal Central de Ônibus, que é uma construção extremamente necessária para o crescimento urbano, porém construída de forma "bagunçada". O que gerou vários problemas de ocupação da região.



Equipe Tudo Acontece