terça-feira, 8 de maio de 2018

Sobre as doenças físicas e o preconceito no atendimento

Hoje fomos surpreendidos com a notícia de que uma familiar de um dos membros do nosso Blog está com uma suspeita de estar com um problema grave de saúde, a Leucemia. Para quem não sabe, como nós que tivemos que pesquisar, a Leucemia é um cancer que começa na medula óssea, onde as células sanguíneas são produzidas. Os leucócitos (glóbulos brancos) são as células acometidas, o que faz com que  se reproduzam descontroladamente, gerando sintomas e sinais da doença (https://minutosaudavel.com.br/o-que-e-leucemia-tipos-sintomas-tratamento-tem-cura/#tratamento-para-leucemia). Portanto, estamos muito preocupados com ela. Conversamos sobre como é ter um problema de saúde física e como é passar por isso. Muitas pessoas do nosso Blog já sofreram por isso. Doenças como a Pancreatite e a Gastrite são as que mais afetaram pessoas do nosso grupo. Um problema que percebemos é muitas vezes a dificuldade dos profissionais de saúde descobrirem o que a gente tem. Inclusive um dos membros do nosso Blog se mudou da cidade de
São Paulo para Campinas em busca de tratamento. Entendemos que nosso corpo é como um carro e, portanto, precisamos fazer manutenção constante. Alimentação, ingestão de água e outros líquidos são fundamentais para manter nossa saúde. Quando a gente está doente é muito ruim porque temos que fazer exames e procedimentos incômodos, o que nos deixa muito mal. 
Já aconteceu de pessoas do grupo passarem por situações desagradáveis quando foram buscar tratamento, pois, foi lhes negado atendimento. No caso de um dos nossos membros que era usuário de álcool, por várias vezes profissionais de saúde não o atenderam ou ridicularizaram-no pelo fato de ter tido problemas de saúde em decorrência do uso de bebida alcoólica e também por ser negro. O que nos deixou extremamente indignados, é um descaso!
Inclusive, pessoas do grupo que são usuários de saúde mental já passaram por isso. Um membro do grupo contou a história de um amigo que tem esquizofrenia e frequenta um CAPS na cidade que em certa ocasião procurou atendimento no Pronto Socorro com dores nos estômago e diarreia e como resposta foi informado a ele que o seu problema era de saúde mental e que ele deveria procurar o CAPS.
Entendemos por nossa discussão que todas as pessoas tem que ser atendidas de forma digna e respeitosa quando estão com problemas de saúde. Não aceitamos o fato das pessoas serem tratadas com preconceito e de forma humilhante devido ao seu tipo de problema de saúde, sua origem social e sua raça. Remédios para isso? Difícil, mas cremos que quanto mais empoderados formos, no sentido de exigir nosso direito, mais vamos conseguir denunciar essas situações para que não ocorram e menos possibilidades temos de passar por isso.